Bairro Vermelho de Amsterdam

Bairro Vermelho de Amsterdam

Em pleno coração de Amsterdam está esta zona que se destaca pela grande quantidade de neons e luzes vermelhas que decoram suas vitrines.

Esse peculiar e turístico bairro é conhecido mundialmente como Bairro Vermelho (Red Light District) de Amsterdam.

O Bairro Vermelho está situado na parte antiga de Amsterdam e é o mais visitado pelos turistas que, curiosos, se aproximam atraídos pelo prazer do proibido.

Um bairro com história

A prostituição é conhecida mundialmente como “o negócio mais antigo do mundo” e, na Holanda, já na Idade Média, os bordeis de Amsterdam eram administrados pelo Xerife e seus homens de confiança.

No século XVII apareceram as primeiras vitrines nessa zona. Nessas vitrines, as prostitutas oferecem seus serviços e também geram uma grande expectativa entre os visitantes. 

Isso é legal?

Amsterdam é uma das treze cidades holandesas onde existe a prostituição nas vitrines. Nos Países Baixos, é legal desde 1911.

As mulheres do Bairro Vermelho alugam a vitrine onde trabalham e pagam seus impostos, como qualquer trabalhador holandês.

Uma visita inevitável 

Visitar Amsterdam e entrar no Bairro Vermelho é inevitável. Além de ser uma das zonas mais turísticas da cidade, contém algumas das visitas mais importantes, como a igreja Oude Kerk ou o Museu Amstelkring.

Ao contrário de outras cidades, o Bairro Vermelho de Amsterdam, lugar onde se reúnem as prostitutas, é uma zona permanentemente cheia de turistas e bastante segura inclusive à noite.

Transporte

Bonde: Dam, linhas 4, 9, 24 e 25; Niewwmarkt, linha 51.

Lugares próximos

Oude Kerk (146 m)
Museu Amstelkring (211 m)
Praça Dam (388 m)
Nieuwe Kerk (474 m)
Museu Rembrandt (475 m)